Eu preciso mostrar para meus amigos músicos: Hiatus Kaiyote

September 27, 2016

Meu querido site, já faz uma semana que não estou conseguindo lhe dar com uma situação.

 

 

 

Estava eu em um dia desses procurando algo novo para escutar, e nada melhor do que usar a ferramenta muito útil, porém pouco usada do Spotify, que é poder ver o que seus amigos estão escutando. A maioria das pessoas que converso não tem o conhecimento que essa ferramenta se quer existe, mas isso é assunto para um outro post.

 

O fato foi que; durante essas garimpadas eu apertei o play em "Breathing Underwater" de Hiatus Kaiyote e continuei editando o vídeo do canal como se nada tivesse acontecido, mal sabia eu que aquele despretensioso play faria meu cérebro entrar em uma inexplicável espécie de colapso, é como se existisse um vulcão adormecido e sem prévio aviso o mesmo entrasse em erupção.

 

Era uma mistura de sons sintéticos e orgânicos de extremo bom gosto milimetricamente bem dosados de forma não simétrica. De alguma forma eles introduziam compassos ímpares entre compassos pares que soavam de forma não excêntrica, minha cabeça tentava desesperadamente buscar padrões para explicar aquilo que entrava pelos meus ouvidos, os timbres, levadas, melodias e a voz, ah!aquela voz...Todos esses fatores fizeram com que eu ficasse igual um bebe que é facilmente distraído por alguma coisa e assim, os quase 6 minutos de música passavam como se fosse 2 e aquele gosto de "quero mais" invadia meus pensamentos.

 

Dentre toda essa confusão, uma coisa era clara pra mim: - Esse som é quente! Esse som é tropical.

 

A linguagem de Soul e R&B é nítida, podemos até dizer que é predominante, porém, os variados timbres de instrumentos acústicos e as cadências harmônicas não são tão comuns nesses gêneros (principalmente em versões de estúdio). Não demorou muito e eu fui pesquisar sobre a banda e logo descobri que se tratava de uma banda australiana. SIM, AUSTRALIANA!

 

Por um breve instante eu pensei: Austrália? Fazem música de alto nível lá?

Logo eu mesmo me dei um sermão: - Lógico que fazem idiota!

O que me fez pensar logo que a influência norte americana é tão empurrada goela abaixo que a gente pensa inconscientemente que só existe música de alto nível nos Estados Unidos ou em um passado não tão distante do Brasil (as vezes na Europa também), mas, imperialismo cultural também é assunto para outro post.

 

Os dias foram passando e eu ia descobrindo mais músicas, mais vídeos, mais discos, mais versões e um sentimento irracional de raiva ia crescendo em mim, como ninguém me apresentou isso antes? logo meu lado racional controlava a situação, afinal, não tem como as pessoas baterem na minha porta, me ligarem ou mandar um in-box toda vez que escutarem uma música surpreendentemente boa (rsrs).

 

Ai eu pensei, seria bom se existisse um lugar aonde essas coisas muito boas fossem postadas, divulgadas, incentivada de alguma forma, de músico para músico, sem parecer aquelas resenhas chatas que parece que foi feito por um leigo ou um burocrata que ganha para falar bem disso ou daquilo, isso me pareceu uma ótima idéia, aliás uma excelente idéia, foi então que eu me toquei: - PORRA! já existe esse site e esse site é meu.

 

Então foi assim que nasceu esse post tentando explicar (sem sucesso) algo que só pode ser sentido com a alma.

 

HIATUS KAIYOTE!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload