Aprendizado das Eleições Para Um Artista

October 8, 2018

 

Fala galera,

Tudo bem com vocês? Eu espero que sim.

 

Ontem, nós brasileiros fomos às urnas definir os rumos do país e acordamos hoje com uma “ressaca civil”.

 

Aqui não é um canal de política, porém estamos mais ligados a política do que pensamos estar, fazemos política em todos os lugares e a única forma que conheço de mudar o mundo é através da mesma.

 

Porém, nem tudo é só tragédia…

 

Se vocês me seguem nas redes sociais, perceberam que meu candidato era o Ciro Gomes, pelos seguintes motivos: A tempos deixei de acreditar em uma figura “Messiânica” que irá colocar o Brasil nos trilhos de sua potencial grandeza. Acredito que as idéias devem ser construídas através de vários pontos de vistas e questionamentos. Ciro foi o único dos 11 candidatos à presidência que ficou dois anos colocando seu plano de governo em debate no meio acadêmico, instituições de produção, organizações civis, tanto nacionais como internacionais. Ter suas ideias questionadas por bancadas de mestres, doutores, PHD’s, profissionais renomados, classe trabalhadora e um auditório com uma alta capacidade de entender pensamentos complexos, é uma boa forma para desenvolver um projeto para o país.

 

Outro motivo de alegria são as 13 milhões de pessoas que enxergaram como o plano ficou muito bem desenvolvido, tenho certeza que esse foi um dos motivos do eleitorado de Ciro ter se consolidado com muita força, ele se manteve entre 11 e 13% durante quase toda a campanha. No Ceará, estado que tem 82 das 100 melhores escolas do país, que foi governado por Ciro e seus coligados, o PDTista teve uma vitória significante. Os brasileiros na Alemanha e da França (dois dos países mais industrializados e com excelentes índices de educação mundial) também deram a vitória a Ciro Gomes.

 

Mas a maior alegria que tive como cidadão brasileiro nestas eleições, foi compreender que as mudanças na política começam em nós. Por gerações nosso povo foi demitido das funções políticas, ainda estamos aprendendo como funciona essa tal democracia. Mesmo com o fim não sendo o esperado, eu me sinto muito feliz em ter diversos debates construtivos no ambiente familiar, fazer militância com os meus próximos, os conhecimentos sobre as mais diversas áreas do país e as histórias das pessoas. Sem dúvida,o exercício democrático é fascinante.

 

Como artista, quero cada vez mais democratizar o acesso a essas histórias, a história do meu país, a história do Brasil.

 

Um beijo e até a próxima

 

Tchau

Please reload

Posts Recentes
Please reload